Hoje eu vou falar um pouco o meu livro favorito e o fato de eu gostar tanto dele simplesmente porque mudou a minha vida e maneira como eu vejo as coisas.

O livro Roube como um artista  – 10 dicas sobre criatividade (Austin Kleon) me ensinou a ser uma pessoa verdadeiramente criativa. Antes dele eu enxergava a criatividade como inspiração, quando tava inspirada conseguia trabalhar/fazer arte/escrever, quando não tava entrava em inércia; eu não conseguia enxergar que criatividade é um trabalho duro e diário e que estar inspirada é apenas uma pequeniníssima porcentagem desse todo.

Confesso que demorei a aceitar essa realidade, sempre gostei de me sentir uma pessoa criativa justamente por achar que eu era alguém muito inspirada, mas quando compreendi verdadeiramente o que aquele livro queria dizer com tudo aquilo eu simplesmente me apaixonei por essa teoria. Em poucas palavras ele diz que qualquer pessoa pode ser criativa, é só querer. Preciso dizer que foi esse livro que me inspirou a começar o Projeto Criativando?

Uma outra parte que devo admitir que fiquei com um pé na frente e o resto do corpo atrás foi que ele diz que devemos ser organizados para sermos esse poço cheio de idéias. Hoje em dia eu tenho um tipo de amor estranho por organização mas na época eu saia correndo só de ouvir a palavra organizar então isso me fez ficar meio méh na época, mas hoje vejo o quanto é real.

Não vou mentir, o processo todo pra eu seguir o que ele ensina foi bem difícil e demorei cerca de três anos – intercalando entre períodos que tentava muito e outros que não me importava nada – pra conseguir mas o resultado tem sido maravilhoso. Eu consegui fazer e ainda faço tudo que ele aconselha, graças à essas coisas acabei aprendendo outras que também me ajudam de forma gigantesca e isso tudo me ajudou a hoje estar afogada no mundo artístico e ter tantas projetos e trabalhos que envolvam minha criatividade e minha arte – e até minha inspiração.

Essa literatura maravilhosa tem várias ilustrações feitas à mão e algumas até com o uso de um jornal, na última página dele tem um espaço de rabiscos para que possa ir anotando e desenhando na medida em que sua vontade de criar crescer ao lê-lo, é todo em preto e branco com apenas pouquíssimos detalhes em vermelho e a fonte é bem tranquila – essas coisas ajudam muito a leitura ficar ainda mais leve e gostosa. Ele é divido por capítulos (como a maioria dos livros né) e dentro deles há sub-capítulos com os temas relacionados.

Ah, uma coisa que esqueci de falar, como o próprio nome já diz ele também ensina a roubar como um artista, basicamente ele ensina como você pode copiar/se inspirar em tudo, não criar nada original e ainda sim criar algo totalmente original. Faz sentido?

Mas me contem, vocês já leram esse livro? Gostaram? Teve algum efeito na vida de vocês?

Anúncios

Vai, fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s